Segurança Pública

Ufa, ainda bem que temos polícia!!!




Andar na rua já não é mesma coisa faz muito tempo, não é mesmo? Você precisa tomar cuidado com as esquinas na madrugada, com os ônibus que pega para ir ao trabalho, com a boate que vai pra se divertir, enfim, nada mais é seguro agora, vivemos em total estado de alerta nesses dias complicados.

Tudo se tornou perigoso hoje em dia, a bandidagem está mais cara-de-pau do que nunca, desafiando tudo e a todos, ela segue em frente fazendo cada vez mais vítimas nessa “terra de ninguém”. Sentimos-nos isolados, indefesos, impotentes até, de não conseguir frear essa barbárie diária de crimes e nenhum castigo. Mas ainda bem que não estamos tão sozinhos nessa guerra, e podemos contar sempre com a ajuda e apoio da Polícia Militar, “...responsável pelo policiamento ostensivo e pela preservação da ordem pública no Estado do Rio de Janeiro.” É o que diz no site dessa instituição tão respeitada, porém tão injustiçada. Por que será? Por que ninguém respeita esses homens que estão nas ruas todos os dias de peito aberto, preparado pra levar um tiro por você, caro contribuinte?

Heróis injustiçados, que se sacrificam em uniformes esfarrapados e carros de motor muito inferior aos usados pelos bandidos, são sempre alvos de críticas pessimistas e acusações que nem sempre são reais.

Se não fossem por eles, o que seria de você, caro leitor, hein?

Pense bem, recentemente tivemos provas suficientes da capacidade e preparo destes homens da lei, ao livrar mãe e filho caçula das perigosas mãos de seu filho mais velho, João Roberto Soares, que os mantinha refém dentro do carro. O garoto de uns cinco anos, já estava sendo procurado há muito pela lei, batia nos coleguinhas da escola, roubava coisas do supermercado e era viciado em mingau, o que é pior. Bandido da pior espécie, não teve nem como correr, testemunhas dizem que ele estava ameaçando a própria mãe com a correntinha da chupeta e ainda por cima mandou a mãe jogar sua bolsa com a mercadoria recém roubada pela janela só pra não dar pinta. A juventude está perdida mesmo. Não obstante a isso, os “Homens de Azul” continuam sua saga de justiça e dever cumprido ao perseguir o administrador Luis Carlos Soares da Costa que havia acabado de seqüestrar um bandido na Avenida Brasil e com sucesso acabar com o seqüestrador que ameaçava a vida do bandido com uma calculadora HP (quem conhece sabe como é perigoso um administrador que não sabe usar uma calculadora HP). A ação da polícia foi digna de elogios, causando comoção geral na população que mais uma vez ficou do lado dos criminosos, o pai do garoto chorava e praguejava em frente ao hospital coisas impronunciáveis sobre a nossa Polícia, absurdo. A polícia não mata inocentes! Será que é difícil lembrar disso Enquanto o sobrinho do administrador se mostrava totalmente contrário a funcional tática do “atira antes, pergunta depois”, tática essa que já se mostrou eficiente há uns dez anos atrás, quando casos parecidos aconteceram. Sempre têm que arranjar alguma coisa pra falar mal, não é mesmo? Andam dizendo por aí que a polícia anda mais preocupada com os bêbados no volante, lá em Brasília já fazem perseguição policial dignas do programa dominical vespertino da Universal Channel.

Será que não temos nada de bom pra falar da polícia?

Ironias a parte, sei que às vezes precisamos rir pra não chorar e fazer graça de situações tão injustas, mas já ta na hora de parar, não é mesmo “Autoridades”.

Minhas condolências aos parentes das vítimas e espero, assim como vocês, que um dia possamos nos sentir seguros com a nossa “Segurança Pública”.

Paz, Saúde, Sorte e Sucesso pra todos, porque o resto tá foda. Z!



Trilha Sonora:


Karma Police - Radiohead

Policia - Titās
No Sleep`till Brooklin - Beastie Boys
O Calibre - Paralamas do Sucesso
Selvagem - Paralamas do Sucesso
Fuck The police - Public Enemy


Comentários

Postagens mais visitadas