Então é Natal...

Luzes coloridas em todos os lugares, ruas cheias, Shoppings lotados, Simone cantando músicas natalina, chegou o Natal.
Difícil escapar, não tem pra onde fugir, são bolsas cheias pelo caminho, sem nenhum pudor em acertar suas canelas. Crianças correndo e chorando(porquê levam crianças em shoppings em época de fim-de-ano, Meu Deus???), amigo-oculto, festa de confraternização da empresa, Cartôes de Natal. Já deu pra perceber que não gosto e nem faço questão alguma dessa comemoração. Me perguntam sempre o porquê de não gostar do Natal. Exatamente, não gosto! Não é a data e nem o motivo histórico, duvidoso diga-se de passagem(pelo menos pra mim), mas o conjunto da obra, desde o Papai-Noel da Coca-Cola à tradição de lotar shoppings atrás de promoções. Atitudes duvidosas que vem junto com esse dia tão especial me deixam nervoso, não de todas as pessoas, mas de algumas. Com certeza alguém tem uma pessoa, seja familiar ou não, que vem te dar um abraço e dá alguns tapinhas nas costas, sempre te odiou, mas é Natal tempo de confraternização. Sinto que essa data com o passar dos anos tem se tornado cada vez mais fútil e sem sentido. É isso que me irrita, o verdadeiro motivo que é o nascimento de Jesus, ficou em segundo plano(entenda que eu não sou um crente fanático), damos mais importância a encher a cara e comer pra caralho ao invés de simplesmente celebrar a vida. Claro que nos abraçamos e choramos, nossa, é tão bonito e emocionante. Mas, já parou pra reparar que nesse dia se diz coisas que podiamos ter dito o ano inteiro, é como se esperassem os 359 dias do ano para expor todos os sentimentos guardados lá, no fundo do coração. Parece que usam essa data como um motivo para redenção, "afinal é Natal estou perdoado". Aliás essas duas palavrinhas são especiais, é como se ao pronunciá-las uma força superior se encarrega-se de lavar a alma de quem as dizem. Briga, fala mal, faz intriga e no Natal se diz: "Feliz Natal, tudo de bom pra você", e pronto, foi absolvido de todos seus pecados com aquela pessoa. É como aquela festa de confraternização da empresa, o sujeito passou o ano inteiro tentando te fuder pra chegar naquele dia e dizer "Feliz Natal, é um prazer trabalhar com você", é incrível. Não odeio de todo o Natal, adoro as comidas e quando alguém realmente de bom coração faz caridades por aí, atitude esquecida por muitos mortais. Até porquê Natal é dia de tudo, menos egoísmo!
E nisso vou ficando aqui em minha sala vendo um bom filme e bebendo minha cerveja enquanto minha família e o mundo todo está na casa de não sei quem abraçando todos e dizendo "Feliz Natal pra todos".
Obs: Era pra ter sido publicado no dia 25 mas um grave problema de conexão me dixou na mão.

Comentários

  1. problemas com a net hauhauahaua

    isso aconteceu comigo 23:52 da véspera, eu no mór papo com a galera e a net parou do nada, ae tive que ir pro churras fazer o quê hauahauahuahaua


    obs.: eu odeio o natal, morte ao velho barbudo, quer dizer, ao papai noel

    ResponderExcluir
  2. Visão cínica, Zuzuzinho!!!
    + realista em 90% dos casos e das vezes.
    Lembre-se, q sempre existe o outro lado.
    bjos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas