Operação Cantareira

AGITA CANTAREIRA!!!


Uma noite frustrada...

Ah, enfim quinta-feira! Saio do trabalho com aquela velha disposição de sempre, aquela vontade enorme de me reencontrar com amigos e rever velhos conhecidos. Beber uma boa cerveja, ver muita gente bonita e papear até altas horas com qualquer um que esteja disposto a conversar. Dirijo-me para o ponto de encontro preferido de uma grande parte dos universitários, jovens trabalhadores descolados e curtidores de uma boa diversão de Niterói, a Praça Leoni Ramos em São Domingos, conhecida carinhosamente(ou não) por Cantareira. A praça, um dos maiores pontos de lazer de Niterói, é reconhecida por sua grande movimentação nas noites de quinta-feira abrigando pessoas de todas as raças, ideologias, culturas, opções sexuais e classes sócias. A praça já foi matéria em diversos cadernos de lazer de jornais de grande circulação do Rio de Janeiro, onde se exaltava, principalmente, a diversificação de seus freqüentadores recebendo não só niteroienses como também cariocas, são gonçalenses e outras regiões. Enfim, o caminho para a praça seguia com muita conversa animada entre amigos quando damos de cara com um lugar completamente vazio, o clima chuvoso ajudava a dar um clima mais sombrio a situação. Sem mesas, sem pessoas e sem ambulantes na rua, parecia até uma noite de Domingo. Os garçons sentados a porta estavam com cara de velório, as áreas internas dos bares estavam v-a-z-i-o-s. Não se ouvia nada a não ser o passar dos carros pela mesma rua que uma quinta atrás estava lotada. Perguntei o que tinha acontecido a um dos garçons e ele me disse que a prefeitura tinha ordenado um choque de ordem e recolhido tudo – você não está sabendo? Me perguntou o garçom, - Meu amigo, aqui não divulgam nem as coisas boas, imagina as ruins! respondi indignado. A frustração bateu na hora, saio a procura de um bar pra chorar as mágoas.



Yes, nós também temos choque de ordem...


Na última quinta-feira 17 de setembro, a Prefeitura Municipal de Niterói, através da Secretaria Municipal de Controle Urbano, promoveu uma operação nas ruas no encontro da Praça Leoni Ramos, São Domingos. O objetivo da operação era ordenar o local, onde comerciantes espalhavam mesas e cadeiras irregularmente nas vias do bairro e também recolher material de vendedores ambulantes.

...e com pimenta e cacetetes!

Com intenção de impedir a ação autoritária e arbitrária da Guarda Municipal, mais de 100 estudantes se postaram, pacificamente, em frente ao caminhão da Prefeitura em solidariedade aos vendedores ambulantes e ao invés de uma resposta recíproca, receberam gás de pimenta e cacetetes. A truculência dos guardas e policiais militares foi motivo de revolta, já que se usou força desnecessária contra manifestantes desarmados. Marco Antônio Costa, Cordenador do Diretório Central dos Estudantes da UFF foi levado a delegacia por um suposto desacato a autoridade, nessa hora tudo vale como justificativa para violência, não? Mais de 20 estudantes foram prestar queixas e registrar ocorrência devido à truculência dos policiais e também apoiar o colega. Marco Antônio foi fichado e terá que responder a processo.


Nosso Choque de Ordem é bem melhor do que lá do outro lado da poça!


Seguindo firme na decisão de botar ordem na cidade, a Prefeitura do Rio, ops, de Niterói vem fazendo um incrível trabalho, já acabou com os assaltos à luz do dia, já eliminou a fedentina de urina nas principais ruas do Centro da cidade, já fez os pardais pararem de multar carros parados, completou todas as obras do “lendário” Caminho Niemeyer e já deu fim ao caos no trânsito. O Secretário de Controle Urbano de Niterói Rodrigo Bethlen, quer dizer, Gilberto Almeida, justificou a “Operação Cantareira” como forma de ordenar o espaço a partir da existência de um abaixo assinado de moradores que se queixam da desordem e tumulto dos freqüentadores da praça. Oba, quer dizer que pra acabar com os assaltos à luz do dia precisamos fazer um abaixo assinado, Sr. Secretário? É só o povo assinar que tá tudo resolvido? E o cheiro de xixi na Amaral Peixoto às 18hs, também precisa de abaixo assinado? E para os moradores de rua? Essa foi a melhor justificativa?


Abaixo Assinado?


Vamos recapitular e tentar entender isso aí. Quem faz o tumulto e a desordem, são todos? Com certeza não. E que tipo de tumulto seria esse, xixi nas paredes e calçadas? Banheiros químicos resolvem, não. Som alto? Isso já foi resolvido a muito tempo. Maconha no meio da praça? Quantos anos existe isso? É fato que a Cantareira sempre teve a presença de alguns usuários, alguns, Sr. Secretário. Isso poderia ter sido resolvido? Sim. Infelizmente voltamos a velha mania do estilo “guilhotina” de ser, cortando tudo e não tratando nada. Técnica que funciona muito bem, para quem faz e não para quem sofre.Em tempos modernos em que o Funk é elevado a movimento cultural, ao acabar com a tal desordem e tumulto na praça, Sr. Secretário, damos um passo pra trás na evolução natural das coisas, pois acabaram também com a liberdade de ir e vir de muitos que saem do trabalho e universidades para se divertir e não para criar a tal desordem injustificada já citada.Censura talvez? Tudo poderia ter sido resolvido com um pouco mais de organização e principalmente atenção, afinal, gastou-se rios de dinheiro numa reforma que durou 2 anos, para nada. A praça continuou praticamente a mesma, como pode isso? 2 anos para trocar bancos de lugares? Me poupe. Desse dinheiro sairia fácil, banheiros químicos, limpeza dos mesmos e mais policiamento. O mais engraçado nisso tudo é que lá, na própria Cantareira, está situada agora uma boate, ninguém percebeu isso? Numa hora é patrimônio público tombado e logo depois uma boate para granfinos e endinheirados e particular ainda por cima. A mesma que depois de ser esquecida, como acontece com a maioria das boates da moda, vem se tornando um salão de festas que aceita desde festas de debutantes a casamentos. Mais um salão de festas em Niterói. Não bastava acabar com um dos maiores pólos de cultura da cidade tinha também ter mais salões de festas? Os freqüentadores da praça são formados por pessoas que procuram por boa diversão prezando pelo melhor custo benefício, ou seja, gastando pouco pois nem todos nasceram em berço de ouro.

Operação Cultura Zero


Com o passar dos anos a praça vem se tornando um ponto de resistência e luta cultural, social e sexual. Grupos de Conscientização Homossexual fincaram ali bandeiras de defesa contra preconceitos, o movimento artístico também fez e aconteceu, de lá saíram vários grupos musicais e artísticos pelo Brasil afora. Pra onde vai esse povo agora, Sr. Secretário? Pro Saco de São Francisco, a nata da elite de Niterói, beber cerveja longneck a R$ 5??? Ou São Gonçalo? Fiquei sabendo que as noites lá são muito divertidas. Mas não é esse o caso. A indignação é devido ao fato de saber que existem problemas seríssimos que precisam ser resolvidos pra ontém. Me lembro que meu amigo Igor Carvalho estava fazendo alguns shows pelo “Reggae no Asfalto” lá na praça e no dia seguinte a um desses saiu no O Fluminense que o evento era ruim para o local porque as pessoas eram porcas e faziam suas necessidades na rua sem a menor cerimônia, agora a culpa era do Reggae para um problema que é “normal” na cidade toda. Pena. Com essa atitude o Prefeito, Eduardo Paes, ops, Jorge Roberto Silveira acaba com o maior de jovens votantes e formadores de opinião de Niterói. Onde é que os candidatos vão pedir voto agora? Porque era lá que faziam festinhas animadas com direito a carro de som e tudo o mais para sensibilizar esses jovens importantes, época de eleição lá é assim, não se sabe quem é votante e nem quem tá pedindo voto, pois são muitos. Será que teremos esperança de na próxima eleição a praça estar liberada nós, meros provedores de voto? Porque pedir voto é mole e fazem muito bem. Niterói, a “Grande Província” como é orgulhosamente chamada pelo Prefeito Eduar...ops, Jorge Roberto Silveira, ainda é conhecida como a melhor vista para o Rio de Janeiro e por suas obras incríveis e intermináveis, vide o caminho Niemeyer e a Alameda que, desculpe o trocadilho, dá medo, de tanto congestionamento. Vão terminar as obras também? Porque é uma vergonha aqueles elefantes brancos de frente para a porta de entrada. Niterói é só isso mesmo? Uma província grande? Acho que não é bem assim que queremos ser reconhecidos.

Idéias para uma Cantareira Melhor



Tenho uma idéia brilhante para São Domingos. Despeja-se todos os bares responsáveis por agrupar esses tais desordeiros e tumultuadores e substitui-se por mais alguns restaurantes chiques familiares que insistem em inaugurar a cada fim de semana(Niterói deve ser a capital nacional dos restaurantes), troca-se as casas de cultura por salões de festas chiques e pronto, pra completar pode inaugurar aquela tal torre de 60 metros, que nosso prefeito quer tanto tirar do papel, bem ali na Praça Leoni Ramos. Assim os moradores de lá terão um motivo gigantesco pra se orgulhar ainda mais. Será que com um abaixo assinado eles conseguem também? Z!


Convido a todos os moradores de Niterói ou não, freqüentadores da Cantareira ou não, e pessoas de bem que torcem por uma Niterói e também sua cidade melhor e sem hipocrisia a comentar. Vamos fazer barulho e mobilizar um pouco. É só deixar um comentário com o seu nome e opinião, ok. Um abraço a todos.

Comentários

  1. Texto muito interessante, meu caro amigo Leonardo. A Cantareira faz parte da vida de muitos de nós, seja pelos tempos de outrora, seja por hoje. A diferença é que, antigamente ( e eu não sou tão velho assim), a Praça Leoni Ramos era um lugar de LIBERDADE: ideológica, social, política, sexual, racial, e por aí vai...
    Hoje, temos uma praça que não contempla mais as necessidades e anseios do jovem frequentador do local, seja ele nascido ou não em Terras de Araribóia. Manifestações culturais? ZERO! Debates políticos na mesa de um bar? ZERO! Unidade na Diversidade? ZERO! Diversão? ZERO! Meu Deus! O que fizeram com o lugar onde passei bons momentos ao lado dos meus melhores amigos, incluindo o responsável por este blog?!?!?!

    ResponderExcluir
  2. Zu,
    Incrível!
    Niterói virou "ELITE", e um lugar como a carinhosamente chamada " Cantareira ", morrer assim, sem aviso, sem "enterro ", sem missa de sétimo dia...
    E mais uma vez sobrar, para quem trabalha de forma informal, mais trabalha, estudantes, e pessoas que como nós, ouso dizer, só queriam um lugar, bom e barato, para encontrar amigos, colocar o papo em dia, e beber uma cerveja gelada e barata.
    Repressão já!
    Conheço esse lema, não foi o mesmo usado na repressão??? Na época da Ditadura Militar, quando jovens universitários eram dispersados, com a força policial da época? Pelo menos, foi o que estudei em história...
    A Cantareira MORREU!
    "REDUTO DE DROGADOS E JOVENS SEM NADA PARA FAZER."
    Absurdo!
    Preconceito!
    Completa falta de visão!
    Mais, afinal é muito IMPORTANTE UM BONDE NA CANTAREIRA, UMA OBRA COMO O CAMINHO NIEMEYER QUE NÃO TERMINA...
    Acabaram com a Boa Viagem, colocando um Museu, acabaram com os shows na Cantareira...
    E à gente, resta ficar em casa, de luto, enquanto os bandidos continuam soltos por aí!

    ResponderExcluir
  3. Estive em Niteroi uma vez, mas foi a noite, entao infelizmente nao pude conhecer a cidade, mas apoio qualquer tentativa de mobilizacao pela igualdade de oportunidade e de acesso a cultura.

    ResponderExcluir
  4. É incrível! Como asssim choque de ordem acabar com a Cantareira?? O localtem fama, todos nós cariocas conhecemos, pelomenos de nome.É um absurdo!!! Tem que fazer barulho mesmo. Isso me lembra um fao ocorrido aqui no Rio, lembra do fechamento do Circo Voador?? Somente com a adesão de famosos, de tanto falar, fazer barulho é que reabriram o local. Tudo por causa de uma vaia ao político Conde, na época secretário d eobras do município. Uma ARBITRARIEDADE. Como sempre, eles ao invés de realizar o "choque de ordem" com uma política séria, respeitando a cultura com todas as suas pluralidades de expressão, simplesmente sucumbem ao óbvio: comércio, dinheiro, capitalismo. Sinto muito pelo povo do Rio de Janeiro, em especial pelos jovens de Niterói. E mais uma vez, O RIO DE JANEIRO PERDE. VAMOS NOS LEMBRAR DISSO NA HORA DE VOTAR! O POLÍTICO CONDE FECHOU O CIRCO VOADOR E SUMIU, CADÊ ELE?? NINGUÉM COM MEMÓRIA VOTA NUM CARA COMO ESSE. FAÇAM BARULHO.. escrevam cartas ao jornais.. não deixem passar barato!Demonstrem sua INDIGNAÇÃO!

    ResponderExcluir
  5. NAO CONHEÇO A CANTAREIRA AINDA!
    VAMOS BEBER JUNTOS
    SE JOGAR E CONERSAR MUITOOOO!

    ResponderExcluir
  6. Como não sou daí, não conheço... mas achei o texto bem interessante, pois mostra que há uma agitação cultural muito boa acontecendo... legal!... Valeu!

    ResponderExcluir
  7. A CANTAREIRA E UM LUGAR MUITO BOM,MAS INFELIZMENTE ESTES GUARDAS MUNICIPAIS NAO QUEREM CADASTRAR OS AMBULNTES , CADA DIA QUE PASSA FICA PIOR. TENHO UM BAR NA PRAÇA LEONI RAMOS E SOU MORARDOR A MAS DE 40 ANOS.
    GOSTARIA MUITO QUE ORGANIZASEM MELHOR A PRAÇA.

    ResponderExcluir
  8. Fala Leonardo!
    Meus Parabêns! Gostei muito do seu texto e compartilho inteiramente do seu ponto de vista.
    Está apoiado. Cabe a nós, fazer barulho!
    A situaçao da Estação Cantareira virar boate de elite e pós isso estar lá as traças, sem nenhum aproveitamento cultural é realmente lamentável.
    Queria eu ter força e articulação necessárias para reunir a classe artística... temos o exemplo do circo voador que com mobilização voltou. Aliás, na época, os shows pela volta do circo voador foram feitos na cantareira. Cabe a nós fazer um S.O.S. Cantareira.
    Interessados em unir, mentes pensantes, vamos nos reunir!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas